Levantamento feito pela Casa Civil e iniciado na semana passada aponta que 30% dos brasilienses não usam máscara. A pesquisa foi conduzida pela Subsecretaria de Inovação, que destaca que o resultado ainda é preliminar. Na última sexta-feira (3/7), o presidente Jair Bolsonaro sancionou, com vetos, a Lei nº 14.019, que torna obrigatório o uso de máscaras de proteção individual em espaços públicos e privados.

Os dados são coletados por equipes de campo em parques vivenciais e recreativos, terminais de transporte, centros comerciais, áreas de lazer, entre outros. A pesquisa vai se estender até o final de agosto, em todas as regiões do Distrito Federal. 

A Casa Civil destacou que, no momento, não há dados conclusivos suficientes, mas de forma preliminar, a inspeção visual em campo detectou aproximadamente 30% de uso indevido do equipamento, seja por ausência ou uso inadequado (nariz descoberto, no pescoço, nas mãos, boca descoberta e etc).

Fiscalização

A Secretaria DF Legal informou que a operação de fiscalização do uso de máscaras pela força-tarefa do GDF começou em maio. O balanço mais recente, divulgado no último domingo (5/7), mostra que cerca de 69 mil pessoas foram abordadas. Desse montante, 76 pessoas receberam multas.

Segundo o Correio Braziliense, a pasta ainda destacou que a força-tarefa que realiza a fiscalização é composta por Polícia Militar, Vigilância Sanitária, Secretaria de Mobilidade, Procon, Corpo de Bombeiros, entre outros órgãos do GDF.

Foto: Reprodução Google.

Comentários