O presidente da CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) das Fake News, senador Angelo Coronel (PSD-BA), protocolou nesta segunda-feira (13) documento em que solicita acesso as contas do PT (Partido dos Trabalhadores) bloqueadas pelo WhatsApp.

Dez contas administradas pelo PT foram canceladas no WhatsApp desde o dia 25 de junho. Os bloqueios ocorreram, segundo a empresa, após o envio de mensagens em massa ou automatizadas. O partido, contudo, diz que não foi informado sobre o motivo.

Segundo o R7, as contas fazem parte do ‘Zap do PT’, canal institucional do partido com seus filiados e simpatizantes, por meio do qual são transmitidas notícias, informações, mensagens e orientações.

Coronel argumenta que a CPMI das Fake News deva ter acesso às contas e às razões que levaram à remoção. “Ao mesmo tempo que é necessário garantir a segurança dos usuários e o uso correto das ferramentas que a tecnologia oferece, é preciso também assegurar a livre circulação de ideias, a liberdade de expressão e de manifestação do pagamento, além de garantir o cumprimento do preceito constitucional que assegura o sigilo das correspondências”, diz.

Foto: Geraldo Magela.

Comentários