O delegado paraibano Fabiano Emídio vai assumir a chefia da Divisão de Repressão à Corrupção da Polícia Federal. O órgão, ligado à Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado, é responsável pelas ações da PF em todo o Brasil. A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (25) e foi assinada pelo atual diretor-geral da Polícia Federal, Rolando Alexandre de Souza.

Segundo o Jornal da Paraíba, Emídio foi o responsável pela condução das investigações que resultaram na ruidosa operação Xeque-Mate, em Cabedelo. A ação resultou na prisão do ex-prefeito Leto Viana (PRP), do ex-presidente da Câmara, Lúcio José, além de outros quatro vereadores, inclusive a então primeira-dama, Jacqueline França (PRP). Outros cinco vereadores foram afastados do cargo.

Foto: Reprodução Google.

Comentários