‘Posso reabrir o comércio em uma canetada’, dispara Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na noite desta quinta-feira, 2, que tem o poder de “reabrir o comércio em uma canetada”. Em entrevista ao programa “Os pingos nos is”, da Rádio Jovem Pan, ele afirmou ainda que tem sobre sua mesa um “estudo de decreto” para considerar “atividade essencial todo trabalho de um homem ou mulher para levar o pão de cada dia para casa”.

A resposta de Bolsonaro foi dada a uma pergunta sobre se ele endossa a fala de uma apoiadora que pediu que ele coloque os militares nas ruas contra a quarentena decretada nos Estados. “Os militares não vão pra rua para abrir o comércio”, disse. “Eu tô esperando é o povo pedir mais”, disse, ao responder sobre por que não assina o decreto para a reabertura do comércio. “Eu só posso tomar certas decisões com o povo do meu lado”.

O presidente voltou a dizer que o “efeito colateral” que virá por conta da orientação “exagerada” dos governadores será muito pior que o vírus. Durante a entrevista, o presidente critico diretamente o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). “O governador de São Paulo tem a cara de virgem imaculada de dizer que o governo tem de ajudar”. Bolsonaro chamou de “ridícula” a interação virtual que houve hoje entre Doria e o ex-presidente Lula no Twitter.

Crédito imagem: Marcos Corrêa

News Paraíba com Estadão

Comentários