Eurocopa e Copa América são adiadas para 2021 em função da pandemia do novo coronavírus

A próxima edição da Eurocopa e da Copa América serão disputada apenas em 2021. Nesta terça-feira, antes mesmo de um anúncio formal da Uefa, a Federação Norueguesa de Futebol, e também a portuguesa, anunciou o adiamento em um ano do torneio europeu de seleções, em função da pandemia de coronavírus. A Conmebol, entidade que organiza o futebol sul-americano, também definiu pela suspensão de seu torneio de seleções para o ano que vem. O Brasil defenderia o título.

Segundo o msn, a Eurocopa agora ocorrerá de 11 de junho a 11 de julho de 2021, portanto, com atraso de um ano. Essa foi a proposta apresentada pela Uefa na reunião de emergência realizada através de uma teleconferência com suas 55 federações nacionais e que ainda precisa do aval do seu comitê executivo. Mas a decisão já está tomada. Não há a mínima condição de realizar uma partida de futebol na Europa.

Anteriormente, a Eurocopa estava programada para começar em 12 de junho, sendo disputada em 12 países diferentes pela primeira vez em sua história. O adiamento se tornou a opção preferida pela Uefa desde semana passada, especialmente depois de cancelar os jogos dos torneios nacionais, além das partidas da Liga dos Campeões e Liga Europa, todas paralisadas por causa do novo coronavírus. A conclusão das ligas nacionais permitiriam a definição dos campeões e também dos times classificados para as próximas Liga dos Campeões e Liga Europa. Dessa forma, até o Mundial de Clubes da Fifa está ameaçado por falta de equipes credenciadas.

Dezesseis membros da Uefa estão envolvidos na repescagem da Eurocopa, programadas inicialmente para serem jogadas em 26 e 31 de março. Eles decidirão os últimos quatro classificados ao torneio de 24 seleções. A remarcação da Eurocopa para junho de 2021 causará conflito com outros torneios previstos no calendário. Um deles é outra competição da própria Uefa, a Liga das Nações, com suas finais agendadas para o mesmo período. Mas a principal é a primeira edição do reformulado Mundial de Clubes, com 24 times e agendado para a China. As Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, incluindo a disputa da Europa, também possuem jogos marcados para junho de 2021.

Com a liberação de algumas semanas do calendário e se for possível retomar a temporada em breve (estima-se maio), as opções da Uefa para completar suas competições incluem jogar as quartas de final e semifinais da Liga dos Campeões em jogos únicos, ao invés dos confrontos de ida e volta. A decisão está agendada para 30 de maio em Istambul, mas a cidade turca também pode ser convidada a sediar as semifinais em um mini-torneio em data posterior.

AMÉRICA DO SUL

A Copa América seria realizada entre os dias 12 de junho e 12 de julho na Argentina e na Colômbia, mas a Conmebol decidiu adiar a competição para o ano que vem, no mesmo período do ano. A tendência é que a entidade confirme a alteração a qualquer momento e com a decisão, a Copa Libertadores deste ano, paralisada em razão do coronavírus, ganha novas datas para ser realizadas quando a pandemia acabar. Isso também abre datas no calendário para os torneios de futebol no Brasil.

OLIMPÍADA

As decisões da Uefa e da Conmebol colocam mais pressão no COI e nos organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio no que diz respeito à sustentar ou não a disputa no Japão. Os eventos remarcados do futebol ocorreriam em junho. Os Jogos estão marcados para o fim de julho.

Foto: OLGA MALTSEVA.

Comentários