Claro
Escuro

Pesquisa do Procon-JP registra aumento no preço do GNV e diferença na gasolina continua em R$ 0,22

O Gás Natural Veicular (GNV) registrou aumento em 11 dos 13 revendedores do produto na Capital, mostrando alta em torno de 30 centavos, segundo pesquisa comparativa realizada pelo Procon-JP no dia 20 de outubro. A gasolina mantém a diferença de 22 centavos para pagamento à vista, com preços entre R$ 6,079 (Elesbão/Millenium – Água Fria) e R$ 6,299, os mesmos valores registrados no levantamento feito pelo Procon-JP na semana passada para essa modalidade de pagamento.

- Continua depois da Publicidade -

Sete postos estão praticando o maior preço, R$ 6,299: Pichilau Gauchinha (Distrito Industrial); JR, Quadramares e Opção (Manaíra); Big e São Luiz XI (Tambaú) e Autopel (Tambauzinho). A pesquisa foi realizada em 109 postos que estavam em atividade no dia da visita do Procon-JP.

Os preços da gasolina para pagamento no cartão também se mantêm os mesmos da pesquisa realizada no dia 13 de outubro, oscilando entre R$ 6,079 e R$ 6,399, diferença de 32 centavos, apresentando as menores variações: 3,5% (à vista) e 5,3% (cartão). Sete postos aumentaram o preço do produto, 21 reduziram e 81 mantiveram o mesmo valor se comparado à semana passada.

Álcool – O etanol foi outro combustível que mostrou alteração no menor ou maior preço desde o último dia 13, oscilando entre R$ 4,880 (Ferrari – Centro) e R$ 5,429 (Pichilau Gauchinha – Distrito Industrial). Em relação à pesquisa anterior do Procon-JP, três estabelecimentos aumentaram o preço do produto, 25 reduziram e 77 mantiveram o mesmo preço do álcool.

S10 – O preço do diesel S10 continua a oscilar entre R$ 4,699 (Bancários – Bancários) e R$ 5,399 (Quadramares – Manaíra), os mesmos do levantamento anterior. Apenas um posto aumentou o preço do produto, nenhum reduziu e 100 mantiveram o mesmo valor em relação ao último dia 13.

GNV – Os maiores aumentos registrados nesta pesquisa do Procon-JP se deu no Gás Natural Veicular (GNV) em relação à semana passada e hoje está sendo praticado entre R$ 4,149 (Frei Damião – Bairro dos Ipês) e R$ 4,999 (São Luiz IX – Bairro dos Ipês), média de R$ 4,505 e variação de 20,5%. Dos 13 revendedores do produto em atividade no dia 20 de outubro, dois mantiveram o mesmo preço e 11 aumentaram em relação à última pesquisa.

Para acessar a pesquisa completa acesse o portal da prefeitura de João Pessoa www.joaopessoa.pb.gov.br e o site proconjp.pb.gov.br

Foto: Alan Chaves.

Mais Lidas

Vice-governadora visita bases na região metropolitana

A vice-governadora Ligia Feliciano (PDT) percorreu nesta terça-feira (07) as cidades da região metropolitana de João Pessoa visitando lideranças e colhendo os...

BOMBA: Panta aumenta folha de pessoal da Prefeitura de Santa Rita para mais de R$ 12 milhões às vésperas da campanha de Dra. Jane

Em ano pré-eleitoral e com a esposa, a deputada estadual Jane Panta, candidata a reeleição, o prefeito de Santa Rita, Emerson Panta...

Bolsonaro vence eleição popular para personalidade do ano da revista Time

O presidente Jair Bolsonaro (PL) venceu eleição popular como personalidade do ano de 2021 da prestigiada revista americana "Time". A informação foi...

MP vê prescrição e opina por arquivamento de denúncia contra Lula no caso do triplex do Guarujá

A Procuradoria da República no Distrito Federal opinou pelo arquivamento do caso do triplex do Guarujá, envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula...

Ômicron: remédio da GSK-Vir funciona contra mutações, diz estudo

A farmacêutica britânica GSK informou, nesta terça-feira (7), que sua terapia contra a covid-19 baseada em anticorpos, desenvolvida em parceria com a norte-americana Vir...