Claro
Escuro

Estudantes do Ensino Médio e da EJA da rede estadual retornam às aulas na modalidade híbrida

A Rede Estadual de Ensino iniciou no último dia 23 de setembro o processo de retorno às aulas presenciais. A retomada ocorre de acordo com o Plano Educação para Todos em Tempos de Pandemia (PET-PB), de forma híbrida e progressiva, com 70% das aulas remotas e 30% presenciais, divididas em fases: a primeira foi com os estudantes da Educação Infantil e do 1º ao 5º ano dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental; após 15 dias retornaram os estudantes dos Anos Finais; e nesta quinta-feira (21) foi a vez dos estudantes do Ensino Médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

- Continua depois da Publicidade -

O secretário de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia, Cláudio Furtado, esteve presente na Escola Cidadã Integral Celestin Malzac, no bairro de Valentina, em João Pessoa, para acompanhar o retorno dos estudantes. O secretário lembrou da importância de manter os cuidados com a propagação do vírus e comentou sobre o retorno às aulas na modalidade híbrida.

“Hoje estamos iniciando mais uma etapa do retorno às aulas na rede estadual de ensino com os alunos do Ensino Médio e da Educação de Jovens e Adultos. É importante destacar que este retorno, inicialmente na modalidade híbrida, segue todos os protocolos estabelecidos pelo Plano Educação para Todos em Tempos de Pandemia, o PET-PB. Por esse motivo, estamos contentes com o retorno, mas seguimos vigilantes com os cuidados e protocolos para garantir a saúde e segurança dos alunos e colaboradores”, frisou o secretário.

As turmas foram organizadas respeitando os protocolos sanitários e o distanciamento social, com capacidade máxima de 50% dos estudantes em cada sala de aula, um grupo acompanhando presencialmente e outro com atividades remotas. São dois dias de aulas presenciais, com três horas diárias e três dias de aulas remotas.

As escolas estão preparadas e seguem os protocolos de segurança para a prevenção da Covid-19. Na entrada, há a aferição de temperatura dos estudantes e a higienização com álcool em gel. Os estudantes devem estar com máscara e os espaços físicos foram readequados para garantir o distanciamento mínimo de 1,5 metro.

A partir de segunda-feira, 25 de outubro, será realizado inquérito sorológico pelo Projeto de Pesquisa “Continuar cuidando – Observatório da Covid-19”, uma ação da Secretaria de Estado da Saúde em parceria com a Universidade Estadual da Paraíba e Secretaria de Estado da Educação da Ciência e Tecnologia para a realização de teste de Covid-19 dentro das escolas públicas e privadas. As ações do Projeto tiveram início no último dia 18, com visitas e preparação de escolas públicas e privadas.

Foto: Reprodução Google.

Mais Lidas

Vice-governadora visita bases na região metropolitana

A vice-governadora Ligia Feliciano (PDT) percorreu nesta terça-feira (07) as cidades da região metropolitana de João Pessoa visitando lideranças e colhendo os...

BOMBA: Panta aumenta folha de pessoal da Prefeitura de Santa Rita para mais de R$ 12 milhões às vésperas da campanha de Dra. Jane

Em ano pré-eleitoral e com a esposa, a deputada estadual Jane Panta, candidata a reeleição, o prefeito de Santa Rita, Emerson Panta...

Bolsonaro vence eleição popular para personalidade do ano da revista Time

O presidente Jair Bolsonaro (PL) venceu eleição popular como personalidade do ano de 2021 da prestigiada revista americana "Time". A informação foi...

MP vê prescrição e opina por arquivamento de denúncia contra Lula no caso do triplex do Guarujá

A Procuradoria da República no Distrito Federal opinou pelo arquivamento do caso do triplex do Guarujá, envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula...

Ômicron: remédio da GSK-Vir funciona contra mutações, diz estudo

A farmacêutica britânica GSK informou, nesta terça-feira (7), que sua terapia contra a covid-19 baseada em anticorpos, desenvolvida em parceria com a norte-americana Vir...