Claro
Escuro

Em Brasília, vice-governadora cobra obras hídricas para a Paraíba e medidas para zerar fila do Bolsa Família

A vice-governadora da Paraíba, Lígia Feliciano, se reuniu nessa terça-feira (19), em Brasília, com o secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira. Ela cobrou medidas para zerar a fila de espera do Bolsa Família, a construção do Terceiro Eixo da Transposição do Rio São Francisco (Ramal Piancó) e mais barragens no Estado, além de cisternas e poços artesianos com a implantação de dessalinizadores, a fim de garantir o abastecimento de água aos paraibanos.

- Continua depois da Publicidade -

No total, há no Brasil 2.271.265 famílias aguardando sua inclusão no Bolsa Família. A maior parte desse total se localiza no Nordeste, com 844.372 famílias (37%). Para Lígia Feliciano, é fundamental que as famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza sejam incluídas no programa de transferência direta de renda, assegurando o direito à alimentação e o acesso à educação e à saúde.

O secretário executivo Daniel Ferreira disse que o governo federal vai lançar um novo programa de transferência de renda e que a inclusão de novas famílias vai ser avaliada. “A fome não espera, cobrei que essa fila seja zerada o quanto antes. São milhões de pessoas que não têm nada para comer no café da manhã, almoço ou janta. Já houve a promessa que em breve essa fila será zerada. Estou acompanhando e trabalhando para que essas famílias possam receber o que é seu por direito o quanto antes”, frisou Lígia Feliciano, que na audiência esteve acompanhada do deputado federal Damião Feliciano.

Obras hídricas – Ainda na reunião, a vice-governadora reivindicou a execução do Terceiro Eixo da Transposição, que permitirá a distribuição da água do São Francisco por toda a Paraíba até o Rio Grande do Norte, a partir do município de Conceição, no Vale do Piancó, garantindo segurança hídrica. O secretário Daniel Ferreira informou que entraves burocráticos estão impedindo o início das obras.

Lígia Feliciano ainda cobrou a construção de barragens, adutoras , cisternas e perfuração de poços artesianos com dessalinizadores para abastecer a população com água potável e de qualidade. “Eu cobrei políticas públicas para melhorar o fornecimento de água no nosso Estado. Na maioria dos municípios, a água é uma grande necessidade. Precisamos de mais barragens, adutoras, cisternas e poços artesianos com dessalinizadores para garantir a subsistência e a saúde dos paraibanos”, enfatizou a vice-governadora. Daniel Ferreira afirmou que nos próximos meses serão perfurados 100 poços com dessalinizadores na Paraíba.

Atualmente mais de 190 municípios do Estado estão em situação de emergência. A escassez de água, por conta das irregularidades pluviométricas, persiste, afetando a maioria da população.

Foto: Reprodução Google.

Mais Lidas

Vice-governadora visita bases na região metropolitana

A vice-governadora Ligia Feliciano (PDT) percorreu nesta terça-feira (07) as cidades da região metropolitana de João Pessoa visitando lideranças e colhendo os...

BOMBA: Panta aumenta folha de pessoal da Prefeitura de Santa Rita para mais de R$ 12 milhões às vésperas da campanha de Dra. Jane

Em ano pré-eleitoral e com a esposa, a deputada estadual Jane Panta, candidata a reeleição, o prefeito de Santa Rita, Emerson Panta...

Bolsonaro vence eleição popular para personalidade do ano da revista Time

O presidente Jair Bolsonaro (PL) venceu eleição popular como personalidade do ano de 2021 da prestigiada revista americana "Time". A informação foi...

MP vê prescrição e opina por arquivamento de denúncia contra Lula no caso do triplex do Guarujá

A Procuradoria da República no Distrito Federal opinou pelo arquivamento do caso do triplex do Guarujá, envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula...

Ômicron: remédio da GSK-Vir funciona contra mutações, diz estudo

A farmacêutica britânica GSK informou, nesta terça-feira (7), que sua terapia contra a covid-19 baseada em anticorpos, desenvolvida em parceria com a norte-americana Vir...