RBD bate BLACKPINK e BTS e tem o show mais pedido no Brasil para 2021

O jornalista José Norberto Flesh, do Destak, fez uma enquete em sua conta oficial no Twitter: Qual show internacional você quer ver no Brasil?. E deu RBD na primeira posição, seguido pelos coreanos BLACKPING e BTS, fenômenos do K-Pop.

O grupo formado atualmente por Anahí, Maite Perroni, Christian Chávez e Christopher Uckermann (Dulce María e Alfonso Herrera na formação original) obteve 11.848 votos, mais do que o dobro do segundo e terceiro colocados, que ficaram na casa de 5 mil pedidos.

Segundo o msn, no total, a enquete teve a participação de 33 mil pessoas.

Camila Cabello, Shakira e Rosalía foram as outras latinas citadas pelos fãs.

O sonho pode parecer muito distante, mas ganhou aquela pitadinha de ilusão com a declaração de Giorgio Torelli, diretor da live realizada em 26 de dezembro. Em conversa com um fã, o profissional disse que só espera o fim da pandemia para organizar uma tour do RBD em 2021.

Durante o segundo semestre, houve boatos de que o RBD lançaria mais músicas inéditas e aventou-se, inclusive, a possibilidade de uma turnê em 2021, fato que já havia sido desmentido por Maite Perroni.

Fato é que, aconteça o que aconteça, o sexteto jamais se reunirá no mesmo palco. Alfonso Herrera já declinou do convite por não concordar com a venda de ingressos e também por não gostar de cantar. Dulce María não pôde participar porque deu à luz a Maria Paula, sua primogênita, no início do mês.

Qualquer que seja a hipótese de uma reunião futura, ela será desfalcada. E é difícil imaginar que Poncho mude de opinião ou que Maite Perroni, em plena ascensão no mercado cinematográfico, aceitem participar de projetos ligados ao grupo no futuro. Christian Chávez também vive seu melhor momento profissional depois da era RBD.

Restariam apenas Anahí, dedicada à maternidade e ao casamento com Manuel Velasco, e Dulce, que já declarou querer ficar um tempo off com a filha.

E a temporada começa com mais ilusão para o fã do RBD!

Foto: Reprodução Google.

Comentários