O secretário de saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, disse que a Paraíba não corre risco de enfrentar a segunda onda da pandemia do novo coronavírus em virtude das medidas de segurança e saúde adotadas. “Nós temos uma estabilidade e segurança muito grande. Fomos um dos cinco estados da federação que melhor conduziu essa pandemia com cautela e é muito provável que nós não tenhamos uma segunda onda, se tiver um maior número de casos, nós não consideraríamos uma segunda onda. Nós temos uma rede hospitalar robusta 400 leitos de UTI, mil leitos que foram ampliados, 353 mil paraibanos testados e isolados, é isso que nos dar a segurança de dizer ao povo paraibano de que nós estamos fornecendo, contemplando ao paraibano o máximo de segurança nessa pandemia”, ressaltou.

Para o secretário, o cenário atual da Paraíba é de platô sustentável que vem ocorrendo há várias semanas com diminuição de óbitos e de número de novos casos diários de covid-19. “Nós tínhamos uma média de 1.200 casos dias, hoje estamos com uma média de 700, 750 de novos casos, e tínhamos uma média de 25 óbitos, hoje estamos com 12 a 15 óbitos. Os números mostram um decréscimo dentro do estado da Paraíba. Nós temos 90% dos municípios com a bandeira verde e a bandeira amarela”, destacou, ressaltando que a população não pode relaxar nos cuidados sanitários como uso de máscaras, usar álcool em gel e evitar aglomerações.

Segundo o ParlamentoPB, Geraldo Medeiros fez uma alerta para a campanha política que terá início no próximo dia 27, colocando que os agentes políticos devem ser exemplos para a população e evitar aglomerações. Destacando que a população, diante da flexibilização das regras de isolamento social, como aberturas de bares e restaurantes, deve evitar o máximo ficar saindo para evitar a propagação do vírus.

Foto: Reprodução Google.

Comentários