O Governo do Estado, por meio das Secretarias de Estado da Saúde (SES), Desenvolvimento Humano (SEDH) e Procon Estadual da Paraíba – Procon-PB, já distribuiu 1 milhão e 700 mil máscaras reutilizáveis feitas de tecido para a população das três Macrorregiões da Paraíba. A ação faz parte das medidas que visam combater o avanço do coronavírus no Estado.  

A SES adquiriu quase 3 milhões de máscaras por meio de chamada pública de empresas têxteis da Paraíba e que estão sendo entregues à população de baixa renda e vulneráveis. O Procon Estadual realizou ações de distribuição a partir do mês de maio, nas filas dos bancos e casas lotéricas de João Pessoa e Campina Grande, com o objetivo levar segurança para as pessoas que estavam recebendo o auxílio emergencial.   

Já a Sedh, realiza a distribuição das máscaras para os beneficiários do programa Bolsa Família e demais famílias e indivíduos em situação de vulnerabilidade e risco social. A ação é realizada com o apoio da Secretaria de Assistência Social dos municípios, que são responsáveis pela logística dessa distribuição. 

Segundo o secretário de Estado do Desenvolvimento Humano, Tibério Limeira, as máscaras se tornaram um item essencial para que cada um se proteja. Ele explica que a secretaria está atuando para que a rota de entrega comece pelos municípios com maior incidência, ou seja, aqueles que têm o maior índice de contaminação, maior número de casos e de óbitos da doença estão recebendo a máscara prioritariamente. “Assim a gente segue na sequência de distribuição. Entregar máscaras para as pessoas em situação de vulnerabilidade, que muitas vezes têm dificuldade de comprar os itens necessários a sobrevivência básica, é uma ação grandiosa do Governo do Estado. Além de causar um impacto forte na economia, já que as máscaras estão sendo adquiridas junto a empresas têxteis do estado”, declarou.  

Até o momento, 78 municípios das três Macrorregiões já foram contemplados com essa entrega, com mais de 1 milhão de máscaras entregues, sendo 72.265 pessoas beneficiadas da 1° Macro, 52.721 da 2° Macro e 71.857 da 3° Macro nas seguintes localidades: Guarabira, Cabedelo, Santa Rita, Mamanguape, Pedras de Fogo, Bayeux, Caaporã, Itabaiana, Sapé, Pitimbu, Rio Tinto, Alagoinha, São Sebastião de Lagoa de Roça, Cuité, Soledade, Arara, Picuí, Caturité, Pocinhos, Barra de Santana, Serra Branca, Fagundes, Cubati, Matinhas, Natuba, Livramento, Congo, Nova Palmeira, Olivedos, Umbuzeiro, Montadas, Areial, São João do Cariri, Assunção, São Vicente do Seridó, Pedra Lavrada, Alcantil, Gurjão, Barra de Santa Rosa, Santa Cecília, Nova Floresta, Riacho de Santo Antônio, Caraúbas, Amparo, Coxixola, Cabaceiras, Tenório, São Domingos do Cariri, Barra de São Miguel, Santo André, Sossêgo, Parari, São João do Tigre, São José dos Cordeiros, São Sebastião do Umbuzeiro, Algodão de Jandaíra, Patos, São Bento, Cajazeiras, Sousa, Santa Luzia, Catolé do Rocha, São José do Sabugi, Pombal, Brejo do Cruz, Condado, Teixeira, Paulista, Piancó, São José de Piranhas, São José do Bonfim, Cachoeira dos Índios, São João do Rio do Peixe, Princesa Isabel, Cacimbas, Itaporanga, Desterro, Coremas.

Foto: Reprodução Google.

Comentários