Claro
Escuro

Aliados do prefeito de Pedras de Fogo são multados pela Justiça Eleitoral por propaganda antecipada

O juiz André Ricardo de Carvalho Costa, da 44ª Zona Eleitoral de Pedras de Fogo, condenou o suplente de vereador de Pedras de Fogo, Lenildo Simão da Silva (PT), conhecido como Leno, a pagar multa de R$ 5 mil, por propaganda eleitoral antecipada.

- Continua depois da Publicidade -

Na mesma ação, movida pelo PSDB, Samuel Jonhnes da Silva, também foi multado em R$ 5 mil.

Polêmica

No último mês de maio, Leno se envolveu em uma polêmica ao revelar um suposto esquema de abuso de poder político e econômico em prol do grupo do atual prefeito de Pedras de Fogo, Dedé Romão, nas eleições municipais deste ano.

Em áudio vazado nas redes sociais, afirmou que Dedé tem a prefeitura, o Governo do Estado, quatro mil funcionários e a Polícia nas mãos para vencer as eleições. Segundo Leno, é muito difícil o candidato da oposição, o médico e presidente estadual do Solidariedade, Manoel Junior, ganhar as eleições em Pedras de Fogo lutando contra todo este sistema político e financeiro.

“Manoel Junior era deputado federal e perdeu as eleições duas vezes para Dedé [atual prefeito]. Agora, como é que o cara ganha eleições em Pedras de Fogo, Dedé com a Prefeitura na mão, o Estado na mão, a polícia na mão e quatro mil funcionários na mão”, disse Leno.

Advogado Ostentação

Outra fato curioso desmascaro pela ação judicial, é que o advogado ostentação Gustavo Falcão Cabral Romão, flagrado recebendo o auxílio e emergencial de R$ 600 do Governo Federal, foi o responsável pela defesa dos dois condenados na Justiça Eleitoral.

Gustavo é sobrinho do prefeito Dedé e mesmo sendo membro de uma família tradicional de Pedras de Fogo, detentora de um grande patrimônio, recebeu o auxílio, benefício destinado a trabalhadores informais em dificuldades financeiras devido à pandemia da Covid-19.

Pelo seu padrão de vida e morando em uma mansão de luxo, Gustavo certamente não se enquadra nos requisitos do programa assistencial, mas conforme o Portal da Transparência já recebeu R$ 600, certamente tomando a vaga de uma pessoa carente.

Além de defender Leno e Samuel, Gustavo também se apresenta como o advogado da família do prefeito Dedé Romão e do pré-candidato a prefeito de Pedras de Fogo, Lucas Romão (seu irmão).

Mais Lidas

Secretário do Procon-JP participa de sessão da CPI da Banda Larga na Câmara de JP

O gestor da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP), Rougger Guerra, foi o expositor na Comissão Parlamentar de Inquérito...

Imunização em Cabedelo atinge menor faixa etária vacinável permitida

A sexta-feira (24) começou com vacina no braço nos adolescentes 12+ em Cabedelo. A cidade é uma das primeiras do Estado a...

ASSISTA | Hospital Nossa Senhora das Neves lança campanha “A vida continua” para conscientizar sobre doação de órgãos

O Hospital Nossa Senhora das Neves (HNSN) lançou no último domingo (19) a campanha “A vida continua” com um vídeo conscientizando, informando e...

Plano Estadual de Recursos Hídricos da Paraíba chega na fase final de discussão

O Governo da Paraíba, por meio da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado (Aesa), promove a última etapa de discussões...

Destino João Pessoa será divulgado nas principais feiras de Turismo a partir desta sexta-feira

Os principais roteiros de João Pessoa começam a ser divulgados nas mais importantes feiras de turismo do Brasil a partir desta sexta-feira...