Não se sabe por que o secretário mente: Houve, sim, um óbito suspeito por Coronavírus na UPA de Bayeux

Não se sabe ainda por que o secretário Gilliard Abrantes, da Saúde de Bayeux, em áudio gravado de própria voz, desmentiu a informação da morte de uma pessoa na UPA do município, cujos sintomas eram típicos de Covid-19.

Ouça:

O secretário age como se quisesse defender a gestão Berg Lima, quando ela não foi atacada. Tornar política uma questão que nunca foi. Politizar ou politiqueirizar a situação é um erro grave.

A pandemia, como o próprio nome já diz e a OMS decretou, é mundial.

Na Paraíba, assim como nos municípios, todas as medidas estão sendo tomadas, norteadas pelas políticas implementadas pelo governador João Azevêdo, que tem assegurado a estruturação da rede de saúde do estado, além dos decretos de isolamento social e as iniciativas nos campos social e econômico.

Em Bayeux, a população tem sido elogiada pelo comportando e a obediência, em sua maioria, à quarentena, se mantendo em casa, se protegendo e se prevenindo quanto ao Coronavírus.

Chega ao inconcebível a atitude e o comportamento de Gilliard em querer esconder do povo bayeuxense que houve uma morte, que um caso foi descartado, que outro está sendo investigado e que, neste último, o paciente esteve, até esta manhã, internado na urgência da mesma UPA.

Chamar a informação veiculada pelo News Paraíba de mentirosa, fakenews ou de irresponsável por “instalar pânico” é a verdadeira irresponsabilidade da gestão municipal e do secretário por esconderem e subnotificarem os números, tornando sua vigilância epidemiológica ineficiente e fantasiosa, desrespeitando os verdadeiros atores da saúde bayeuxense, que são os seus valorosos profissionais, que permanecerão depois que o circo arrear a lona.

O News Paraíba seguirá veiculando o que for de interesse da população, mesmo que obscurantado pela administração da cidade, com todo o cuidado e respeito que nutre pelo valoroso povo bayeuxense.

Germano Costa
para o News Paraíba

Comentários