Claro
Escuro

Bolsonaro contraria Guedes e nega possibilidade de ‘imposto do pecado’

A atriz Regina Duarte, que aceitou um período de testes na Secretaria Especial da Cultura do governo de Jair Bolsonaro, teve contas recusadas na Lei Rouanet  por um projeto de 2004, o que gerou dívidas de R$ 319,6 mil com o governo. A artista tem uma empresa chamada A Vida É Sonho Produções Artísticas e captou três financiamentos com base na lei de incentivo a projetos culturais.

- Continua depois da Publicidade -

Segundo a Folha de S.Paulo, o valor estimado é R$ 1,4 milhão. Em março de 2018, a área técnica do extinto Ministério da Cultura reprovou a prestação de contas de um desses projetos, relativos à peça “Coração Bazar”.

Regina, segundo o Diário Oficial da União, captou R$ 321 mil, mas teve contas reprovadas. Foi cobrado dela restituição de R$ 319,6 mil ao Fundo Nacional da Cultura. A produção da peça apresentou recurso. As contas foram reprovadas por portaria em 2 de março de 2018. Por meio de sua assessoria de imprensa, a Secretaria Especial da Cultura diz que não se pronunciará sobre a irregularidade.

À revista Veja, Regina Duarte respondeu que fará “o que a Justiça mandar”, sobre a reprovação. A Folha tentou contato com a atriz, mas não obteve resposta. A Veja também conversou com o filho da artista, André Duarte, que é sócio-administrador da empresa. Ele disse que a reprovação aconteceu pela falta de comprovantes de que a peça foi exibida sem cobrar ingressos, o que era uma exigência do contrato.

Regina substitui Roberto Alvim na Secretaria da Cultura

Com mais de 54 anos de carreira na TV e no teatro, a atriz estuda aceitar o convite de Bolsonaro para substituir Roberto Alvim na Secretaria Especial da Cultura.

O dramaturgo foi exonerado do cargo após publicar um vídeo em que fazia referências explícitas a Joseph Goebbels, ministro da Propaganda de Hitler. Após dizer que não se sentia preparada para a função, Regina aceitou fazer um período de testes. Sua nomeação oficial pode ocorrer na semana que vem, quando o presidente Jair Bolsonaro retorna de uma viagem à Índia. 

A Globo, com quem Regina tem contrato, avisou que ela terá de pedir suspensão da TV por assumir um cargo público, seguindo as regras da empresa.

Mais Lidas

Secretário do Procon-JP participa de sessão da CPI da Banda Larga na Câmara de JP

O gestor da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP), Rougger Guerra, foi o expositor na Comissão Parlamentar de Inquérito...

Imunização em Cabedelo atinge menor faixa etária vacinável permitida

A sexta-feira (24) começou com vacina no braço nos adolescentes 12+ em Cabedelo. A cidade é uma das primeiras do Estado a...

ASSISTA | Hospital Nossa Senhora das Neves lança campanha “A vida continua” para conscientizar sobre doação de órgãos

O Hospital Nossa Senhora das Neves (HNSN) lançou no último domingo (19) a campanha “A vida continua” com um vídeo conscientizando, informando e...

Plano Estadual de Recursos Hídricos da Paraíba chega na fase final de discussão

O Governo da Paraíba, por meio da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado (Aesa), promove a última etapa de discussões...

Destino João Pessoa será divulgado nas principais feiras de Turismo a partir desta sexta-feira

Os principais roteiros de João Pessoa começam a ser divulgados nas mais importantes feiras de turismo do Brasil a partir desta sexta-feira...