Consumidores aumentam expectativa de inflação para 2020, aponta FGV

Os consumidores brasileiros acreditam que o país terá uma inflação acumulada de 5% nos próximos 12 meses. O resultado é da pesquisa Expectativa de Inflação do Consumidor, realizada em janeiro pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

Segundo a Agência Brasil, a taxa avançou 0,2 ponto percentual em janeiro em relação a dezembro de 2019, revertendo a tendência de queda observada no ano passado. O índice chegou a ficar dois meses no nível mínimo da série histórica.

Segundo a economista da FGV Renata de Mello Franco, as faixas de renda mais baixas, com destaque para famílias que ganham até R$ 2,1 mil, foram as principais responsáveis por essa reversão de tendência.

“Nós acreditamos que deva ser em decorrência do choque de proteínas observados nos últimos meses, principalmente da carne bovina, porque o peso desses itens na cesta desses consumidores com menor poder aquisitivo é maior. No entanto, essa elevação da expectativa em janeiro tende a ser passageira, porque o preço da carne já está desacelerando, e os demais núcleos da inflação seguem bem comportados”.

Renata de Mello Franco destaca ainda que a expectativa de Inflação das famílias que ganham acima de R$ 9,6 mil continua estável há cinco meses em 4%. Segundo ela, isso é um bom sinal, já que, por serem consumidores com mais acesso à informação e educação, eles tendem a errar menos nas previsões.

Facebook Comments