No Sertão, Governo discute estratégias de combate ao crime em 2020

Os gestores do Sistema de Segurança da Paraíba estiveram reunidos, na manhã desta terça-feira (7), na cidade de Catolé do Rocha, no Sertão, para discutir as estratégias de enfrentamento à violência este ano, com o objetivo de alcançar resultados ainda melhores de reduções dos assassinatos, roubos, ações contra bancos e desarticulação de quadrilhas no Estado e em região de divisas. Em encontro estratégico, o secretário da Segurança e da Defesa Social, Jean Nunes, e integrantes da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros Militar, da Polícia Civil e do Sistema Penitenciário, analisaram os números alcançados em 2019 e traçaram novas ações e operações.

O secretário agradeceu o empenho dos profissionais e destacou a união das forças de segurança e a parceria com a Secretaria de Administração Penitenciária como fatores que vêm contribuindo para a redução dos índices criminais. “Trago aqui o agradecimento do governador João Azevêdo pelo esforço de cada policial militar, civil, bombeiro militar e policial penal, que juntos, unidos e integrados, foram responsáveis pelos resultados alcançados no ano passado. Essa redução beneficia o povo paraibano como um todo e vamos buscar alcançar novas metas”, comentou Jean Nunes, ressaltando ainda a presença do consultor Manoel Ferreira na reunião.

A fala do secretário fez referência, principalmente, à queda do índice de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) na Paraíba, em 2019, ano em que a segurança pública conquistou o melhor resultado desde que o Programa Paraíba Unida pela Paz foi criado.

Entre os resultados alcançados, a cidade de Cabedelo, que fica na região metropolitana de João Pessoa e atingiu índice recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Outros exemplos são a zona oeste de Campina Grande e a região de Monteiro, que tiveram redução significativa de mortes por 100 mil habitantes. Um relatório anual de indicadores criminais será divulgado pela Secretaria da Segurança e da Defesa Social ainda no mês de janeiro.

Estiveram presentes na reunião, além do secretário Jean Nunes, o secretário executivo da pasta, Lamark Victor Donato, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Marcelo Araújo, o delegado geral da Polícia Civil, Isaías Gualberto, o secretário de Administração Penitenciária, tenente-coronel Sergio Fonseca, e o secretário executivo de Administração Penitenciária, João Paulo Barros, além dos gestores que atuam nas Áreas Integradas da Segurança Pública (Aisp) no Sertão.

Comentários