Controlador da gestão Panta é citado em gravação de delator da Operação Calvário

Na esteira da Operação Calvário e seus desdobramentos, mais um trecho da delação bombástica de Daniel Gomes, diretor da Cruz Vermelha, veio à tona nesta quarta-feira (8).

Nele, o empresário dialoga com o ex-procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro, onde tratam sobre a influência de uma possível articulação com o intuito de relaxar investigações realizadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU), em Brasília, contra o Governo da Paraíba e a gestão pactuada da organização social na gestão hospitalar no Estado.

Daniel Gomes e Gilberto Carneiro também conversam sobre possível envolvimento do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), Arthur Cunha Lima e de seu filho, Arthur Cunha Lima Filho, na época deputado estadual e hoje suplente.

Entre uma fala e outra quase passa despercebido um nome que chama atenção.

Trata-se do advogado Diogo Maia da Silva Mariz.

No TCE, Diogo é um reconhecido colaborador de Arthur Cunha Lima, homem de confiança do conselheiro, filho do ex-conselheiro do TCE, José Marques da Silva Mariz, e é citado na conversa como alguém de quem se cobrou, segundo os relatos contidos no áudio, um posicionamento de Arthur para que votasse favoravelmente pela aprovação das contas da Cruz Vermelha, referentes à sua gestão no Hospital de Trauma de João Pessoa.

Informações dão conta, inclusive, de um capítulo especial na delação de Daniel Gomes, no que se refere a Arthur Cunha Lima, onde Diogo Mariz ganha lugar de destaque.

Na sétima fase da Operação Calvário, Arthur teve mandado de busca e apreensão cumprido pelo Gaeco em seu desfavor e foi afastado das suas funções pelo STJ.

Confira transcrição da conversa:

Daniel: A gente tá num momento de calmaria, momento muito bom esses últimos tempos, falta o TCE aprovar a porra lá.

Gilberto: Por que não vê Arthur?

Daniel: Então, ele tá afastado até agora, não volta. Falou que ia voltar agora em agosto, sem falta. O que me surpreende é que o Arthurzinho precisa disso pra poder… dá o êxito, a gente botou no contrato que o êxito, (só) resolvendo. Ele me garantiu que o recesso acabou agora, garantiu que o cara voltava, que o pai voltava, e resolvia tudo agora até final de agosto. Falei ótimo, mas eu já fiquei sabendo que o pai tá ‘fudido’ ainda.

Gilberto: Eu fui lá visita-lo, pra prestar solidariedade. A situação dele não é boa.

Daniel: Pois é, eu mandei mensagem hoje pro Diogo Mariz pra cobrar dele essa porra pra ver como é que a gente faz.

Gilberto: Eu vou até falar com ele também, vou dar uma cobrada também.

Daniel: Tá pronto, já. Se o cara volta, vai lá, participa da sessão, eu ajudo o filho e resolve. Eu quis te relembrar disso porque esses caras vêm toda hora pedir um monte de coisa, então numa dessa, você fala volta no teu pai, vota naquela merda que tá resolvido.

OUÇA:

Afinal de contas, o que Daniel Gomes e Gilberto Carneiro teriam para cobrar a Diogo Mariz em relação às revelações feitas durante a conversa, no que diz respeito à atuação de Arthur Cunha Lima no Tribunal de Contas?

Com a palavra, o advogado.

Atualmente, Diogo Mariz exerce o cargo de Controlador Geral do município de Santa Rita, na gestão de Emerson Panta.

News Paraíba

Facebook Comments