Michelle Bolsonaro tem alta após trocar implante de silicone

Depois de passar por uma cirurgia de reposição de próteses de silicone nos seios, a primeira-dama Michelle Bolsonaro teve alta do hospital DF Star, em Brasília, neste sábado, 4.

Segundo a Veja, Michelle estava internada desde a quinta-feira 2, dia em que passou pelo procedimento estético. Ao deixar o hospital, a primeira-dama seguiu para o Palácio da Alvorada, residência oficial da presidência da República, onde mora com o presidente Jair Bolsonaro.Segundo o boletim médico divulgado neste sábado, Michelle “apresentou ótima evolução clínica” e continuará com acompanhamento pelo médico da família.

Além da troca das próteses, ela corrigiu um afastamento no músculo do abdômen, típico em mulheres que passaram por gestações.

Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, o médico responsável pela operação, Régis Ramos, explicou que proteses antigas devem ser trocadas periodicamente.

“A cápsula, quando começa a engrossar um pouquinho, causa um pouco de dor na mama. Então a gente retira e coloca um implante novo.

O implante dela já tinha mais ou menos uns dez, doze anos. Então é necessário a retirada do implante e colocar um novo”, disse Ramos. Segundo o médico, a cirurgia demorou por volta de quatro horas e meia.Por causa do procedimento, Michelle não acompanhou o presidente na viagem a uma base naval na Bahia no fim de ano. Bolsonaro, que ficaria no local até 5 de janeiro, antecipou o retorno e passou o Réveillon ao lado da mulher, em Brasília.

Além de Ramos, o diretor do hospital, Pedro Loretti, assina o boletim que registra a alta de Michelle.

Comentários