Centro de Convenções de João Pessoa registra aumento de 15% em eventos e supera indicadores

O Centro de Convenções de João Pessoa fecha 2019 com um aumento de 15% no número de congressos e eventos em relação ao ano de 2018. A perspectiva para 2020 é que o equipamento receba 40 mil visitantes com a realização de eventos já confirmados e cerca de R$ 70 milhões sejam injetados na economia do turismo paraibano.
 
Dentre os principais eventos realizados em 2019, destacaram-se o Congresso Brasileiro de Administração, Congresso Nacional de Edificações, Congresso Brasileiro de Asma, Congresso Norte/Nordeste de Pneumologia, Congresso Brasileiro de Direito Constitucional, Congresso Brasileiro de Química Teórica, Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Congresso de Medicina de Emergência, Congresso Nacional dos Gideões, Congresso Brasileiro de Gestão Eclesial, Congresso Regional de Odontologia, Congresso Brasileiro de Fotografia, Feira Regional de Supermercados, Festival do Turismo de João Pessoa, Expotec, Expo Saúde, ExpoMotor, Congresso Regional de Recursos Humanos, dentre várias feiras comerciais e eventos corporativos, além de espetáculos nacionais, que reuniram 35 mil participantes e geraram cerca de R$ 65 milhões de impacto na economia do destino. 
 
“Se não fosse a engrenagem do Centro de Convenções, a Paraíba não teria como receber importantes convenções, congressos, feiras comerciais de grande porte, além de grandes espetáculos nacionais”, afirmou Ferdinando Lucena, diretor do Centro de Convenções.
 
Em 2019, o Teatro Pedra do Reino recebeu importantes musicais como o Auto do Reino do Sol, a Bela e a Fera, o Rei Leão, Mundo Bita, além de espetáculos nacionais como os de Roberto Carlos, Gilberto Gil, Djavan, Ney Matogrosso, Tiago Iorc, Zé Ramalho, Gal Costa, Adriana Calcanhoto, Léo Jaime, Roupa Nova, Benito di Paula, Titãs, O Grande Encontro, Alceu Valença, Milton Nascimento, Oswaldo Montenegro, Tom Cavalcanti e Lucas Neto, Toquinho, dentre outros.
 
Ferdinando Lucena reiterou que o complexo mudou o perfil do turismo da Capital paraibana. “O equipamento permitiu que houvesse injeção de receitas externas, arrecadação de tributos, movimentação da economia e importante ocupação hoteleira durante o ano e em relação aos anos anteriores”, ressaltou.
 
Ele avaliou ainda que o Centro de Convenções conseguiu manter boa receita mesmo em um ano de contingenciamento. “Apesar das adversidades de 2019, conseguimos atingir bons indicadores e ganhar o Prêmio Nacional Jacaré de Prata como um dos melhores espaços de eventos para realizar congressos e eventos do Brasil”, destacou.
 
Para 2020 anos já estão confirmados grandes eventos que irão movimentar a economia, entre eles os que serão realizados pela primeira vez na Paraíba, como o Congresso Brasileiro de Neurocirurgia, Congresso Brasileiro de Física Médica, Congresso Latinoamericano de Arquivistas, Congresso Norte/Nordeste de Corretores de Seguros, Congresso Norte/Nordeste de Clínica Médica, Congresso Brasileiro de Reabilitação Oral, Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde, Congress0 Nordestino de Prótese, Feira Comercial da Indústria Calçadista, Congresso Brasileiro de Pesquisa Operacional, dentre outros com perspectiva de receber 40 mil visitantes e cerca de R$ 70 milhões injetados na economia do turismo.

Facebook Comments